"Nada é tão nosso quanto os nossos sonhos" (Nietzsche)

Os Incríveis Arenitos do Parque Vila Velha - Ponta Grossa


Ei, gente!!!


Hoje eu venho falar sobre um passeio lindo e super diferente para você incluir no roteiro de Curitiba: conhecer os incríveis Arenitos do Parque Estadual de Vila Velha. É uma paisagem bastante incomum que muita gente nem faz ideia da existência. Os monumentos geológicos são imponentes e podem ser vistos da estrada. O Parque está localizado em Ponta Grossa, a pouco mais de 90 km de distância da capital. Tombado como Patrimônio Histórico e Artístico Estadual em 1966, o Parque Vila Velha é o primeiro parque estadual do Paraná e uma das unidades de conservação ambiental mais importantes do Brasil, com 38 km² de pura biodiversidade. Os principais atrativos naturais incluem os Arenitos, as Furnas e a Lagoa Dourada.



Arenitos, Furnas e Lagoa Dourada - Parque Vila Velha




Tive a oportunidade de conhecer o Parque Vila Velha em 2014 e fiquei apaixonada por essa natureza fascinante. Fazia tempo que eu queria voltar. Em 2022 fui comemorar meu aniversário em Curitiba e fiz questão de voltar ao Parque para contemplar novamente os lindíssimos Arenitos. As atrações principais ficam distantes umas das outras, sendo necessário se deslocar através dos ônibus do Parque. Eles saem em horários específicos e já estão incluídos no valor do ingresso. Para os mais aventureiros existem outras atividades disponíveis, como arvorismo, tirolesa, cicloturismo e balão estacionário. Reserve um período entre 4 e 5 horas para aproveitar esse lugar único! 



Os Arenitos


Os monumentos geológicos encontrados em Vila Velha são constituídos por uma rocha denominada Arenito. São rochas sedimentares formadas pela compactação e endurecimento de sucessivas camadas de areia. Você acredita que esse lugar já foi o fundo do mar? Com "apenas" 300 milhões de anos, os arenitos são do Período Carbonífero, quando a América do Sul ainda estava ligada à África, Antártida, Oceania e Índia. Os processos de erosão que esculpiram os arenitos aconteceram nos últimos 1,8 milhão de anos! O tom avermelhado é devido à presença de óxido de ferro, o que determina também a existência de formações com diferentes resistência à erosão.





Uma característica marcante desses arenitos é a presença do relevo em forma de ruínas (relevo ruiniforme), marcado pela associação de formas incluindo caneluras, cones de dissolução, topos pontiagudos, torres e pilares, originando esculturas naturais únicas. Ao longo dos anos, os arenitos foram esculpidos pela ação da natureza, principalmente da água da chuva, do calor e da atividade orgânica. Durante a trilha você encontra mais de 15 esculturas identificadas e quantas mais a sua imaginação permitir! Haha Tem Leão, Camelo, Garrafa, Índio, Caracol, Leão Esfinge, Bota, Elefante e muitos outras, sem falar na Taça, símbolo do Parque e a escultura mais famosa.


A famosa Taça

O Leão

O Camelo

A Garrafa

A Bota


O passeio inicia no Centro de Visitantes, de onde saem os ônibus que levam até as atrações. No local há uma lojinha de souvenirs, lanchonete, restaurante e banheiros. Uma opção é iniciar pelos Arenitos, mas tudo vai depender do horário que chegar ao Parque, por causa dos horários dos ônibus. A trilha dos Arenitos é super tranquila de ser feita e não possui restrição de idade. São 1100 metros de caminhada até a Taça, onde há um ponto de ônibus e o passeio pode ser finalizado. Caso queira seguir a pé até o Centro de Visitantes (onde está o ponto de embarque das outras atrações) a caminhada será de 1600 metros pelo bosque. Dica: deixe para conhecer a Lagoa Dourada quando o sol estiver bem forte, para poder conferir a água dourada (daí o nome) e super cristalina.


O Leão-Esfinge


O Índio



As Furnas


Também chamadas de Dolinas ou Cavernas Verticais, são formadas por rochas sedimentares claras, de origem marinha costeira cuja idade é de ~400 milhões de anos. Algumas são secas, outras bem profundas, tem as mais estreitas, as mais extensas e as que possuem água em suas bases. Uma alternativa para se referir às Furnas  seria "Poços de Desabamento", pois são feições deprimidas, com profundas paredes verticais, geradas naturalmente em subsuperfície com abatimento do teto de arenito. No Parque Vila Velha existem 12 Furnas, mas apenas as Furnas 1, 2 e Lagoa Dourada possuem infraestrutura para visitação turística. As Furnas são formadas a partir da infiltração da água pelas fraturas do arenito. Através dessa infiltração surge uma cavidade subterrânea que ao ir aumentando de tamanho, provoca o desabamento do topo e forma essa cratera maravilhosa. A Furna 1 possui 80 metros de diâmetro e 111 metros de profundidade, sendo que a profundidade inundada é de 53 metros. Já a Furna 2 possui entre 90 e 150 metros de diâmetro e 110 metros de profundidade, sendo que a profundidade inundada é de 56 metros. O visual é incrível! O paredão cercado pela vegetação é de uma beleza ímpar!


Furna 1 - Parque Vila Velha

Furna 2 - Parque Estadual Vila Velha

Furna 2 - Parque Vila Velha

Furna 2 - Parque Vila Velha

Na Furna 1 há uma estrutura de metal onde funcionava um elevador que descia até uma plataforma flutuante. Devia ser incrível, mas foi desativado em 2001. Em 2014, quando visitamos o Parque, era possível acessar a estrutura metálica e a vista era impressionante. Dava para ver todo o buraco e a água super azul no fundo. Entretanto, em 2022 a estrutura estava interditada. O novo "mirante" é bem decepcionante, pois não permite enxergar quase nada. O incrível era poder ver a água no fundo. Uma pena. Pelo que entendi a estrutura será restaurada, pois no local está dizendo que em breve terá uma nova atração. 



A vista da Furna 1 é incrível! Pena que essa estrutura está desativada.



A Lagoa Dourada


Consiste em uma Furna assoreada, ou seja, uma Furna em processo terminal de erosão. Sua profundidade varia entre 40 cm até 12 metros ou mais. Apesar da distância, está integrada às demais Furnas pelas águas subterrâneas e recebe os seus sedimentos. Com isso foi ficando cada vez mais rasa. Considerando a profundidade das outras Furnas em Vila Velha, pode-se prever a existência de uma espessura de até 50 metros de sedimentos. A Lagoa Dourada também possui ligação com rios e acabou sendo o habitat de diversas espécies de peixes e refúgio para muitas aves. Possui esse nome, pois seu espelho d'água reflete o dourado do sol na água cristalina. O local onde a Lagoa está localizada conta com banheiros e lanchonete.





Informações:


- Pedágio: são dois pedágios, mas ambos estavam desativados em março de 2022

- Entrada: R$ 49,00 para todos os visitantes de nacionalidade brasileira e R$ 98,00 para estrangeiros

- Estacionamento: R$ 15,00 a diária

- Horário de Funcionamento: de quarta a segunda das 9h às 17h. Terça-feira fica fechado para manutenção

- Deslocamento no Parque: são dois ônibus que partem do Centro de Visitantes: um leva até os Arenitos e o outro Leva para as Furnas e Lagoa Dourada

Endereço: BR-376, km 515, Jardim Vila Velha - Ponta Grossa.


Confira no vídeo abaixo um pouco das principais atrações: Arenitos, Lagoa Dourada e Furnas:


 



Demais Atrações do Parque Vila Velha - Ponta Grossa


- Caminhada noturna: a caminhada acontece com o auxílio de um potente telescópio sob a orientação de um guia experiente no assunto. Custa R$ 138,00 por pessoa e acontece somente nos sábados de Lua Nova ou Cheia, das 18h30 às 22h30.


- Arvorismo: o circuito possui 120 metros de extensão e está instalado em um bosque com Araucárias de até 8 metros de altura. São ~30 minutos de aventura e 10 atividades diferentes, como escadas, pontes pênsil, cordas, entre outros. Custa R$ 42,00 por pessoa. Restrições: altura mínima de 1,40 m e peso máximo de 110 kg.


- Tirolesa: a atração passa por cima da Furna 2 a uma velocidade média de 50 km/h. A travessia de 200 m é feita em uma cadeira. Custa R$ 64,00 por pessoa. Restrições: altura mínima de 1,20 m e 110 kg.


- Balão estacionário: o voo é um esporte aeronáutico, por isso atende a todas as normas de segurança exigidas pela ANAC. A atividade está sujeita às boas condições meteorológicas  e tem duração de ~10 minutos. O balão fica a uma altura máxima de 15 metros. O passeio está disponível apenas aos sábados, domingos e feriados. Custa R$ 86,00 por pessoa. Restrições: crianças abaixo de 4 anos, gestantes e pessoas em pós-cirúrgico.


- Cicloturismo: outra forma de conhecer o Parque é através de bicicleta - você precisa levar a sua própria bike. O percurso realizado tem 22 km de extensão e parte do Centro de Visitantes rumo à Lagoa Dourada, passa pelas Furnas e finaliza nos Arenitos. O passeio é autoguiado e custa R$ 49,00 por pessoa. É obrigatório o uso de capacete e a idade mínima é de 14 anos.






Escultura de Bota nos Arenitos do Parque Vila Velha




É isso, gente! Espero que o Parque Vila Velha faça parte do seu roteiro de Curitiba. Quem aí já tinha ouvido falar sobre os Arenitos e as Furnas? O que achou dessa natureza super diferente? Me conta nos comentários se já esteve por lá e se tem dicas ou sugestões.


See you later!

Lana Cole.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ei, seja bem vindo (a) ao Blog Parada Obrigatória! Fique à vontade para perguntar e deixar sugestões. Com carinho, Lana Cole.