"Nada é tão nosso quanto os nossos sonhos" (Nietzsche)

Lençóis Maranhenses: Paisagem Única Que Só Existe No Brasil

Circuito Lagoa Bonita em Barreirinhas, Lençóis Maranhenses.

Hello everbody!


Ah, Maranhão! Você é dono de uma das paisagens mais incríveis desse planeta: os Lençóis Maranhenses! Sem nenhum exagero. É algo que só existe aqui no nosso país. Depois das Cataratas, conhecer os Lençóis era o meu maior sonho de viagem no Brasil e confesso que se tornou o meu Top 1. Já havia "ensaiado" essa viagem desde 2016, mas a "fadiga" para chegar sempre me fazia desistir. Em 2021 finalmente pude ver com meus próprios olhos esse lugar SURREAL. Nem foto, nem vídeo fazem jus a sua grandiosidade. Parece clichê, mas é preciso estar lá para entender tamanha perfeição da natureza. Deus, né?! Quem mais???


Tudo o que você precisa saber para visitar os Lençóis Maranhenses


Você sabia que a área dos Lençóis Maranhenses é maior que a cidade de SP? São 155 mil hectares, onde 2/3 são de dunas e lagoas, formando um ecossistema único no mundo. O parque está inserido em uma zona de transição dos biomas Cerrado, Caatinga e Amazônia e é composto de áreas de restinga, campos de dunas livres e costa oceânica. Essa paisagem é um privilégio do nosso Brasil, pois só acontece aqui. Pesquisadores chegaram a simular o que ocorre nos Lençóis e descobriram que bastava alterar apenas um dos parâmetros para a paisagem ser completamente diferente. Eles concluíram que as diversas simulações só resultavam nos Lençóis Maranhenses, ou seja, nas dunas intercaladas pelas lagoas, quando as chuvas caiam na quantidade e periodicidade que, de fato, acontece nos Lençóis. Existe uma explicação física para esse fenômeno: as cadeias de dunas só podem se intercalar tão regularmente com as lagoas quando a oscilação anual do lençol freático coincide com o tempo que demora para as dunas percorrerem uma distância igual a sua largura na direção do vento. Nos Lençóis esse tempo é justamente da ordem de 1 ano! Não é incrível?


Drone nos Lençóis Maranhenses

Quando ir para os Lençóis Maranhenses


Entre fevereiro e junho chove bastante na região. São as chuvas que fazem as lagoas encherem todos os anos. A água da chuva abastece o lençol freático que, por estar a ~3 metros de profundidade, transborda e forma as lagoas. Ou seja, a água é doce! E não bastava ser doce, ela também é morna. A partir de junho o sol passa a reinar diariamente. Por isso a melhor época para aproveitar as lagoas cheias e com sol é entre junho e setembro. Conforme o período de seca avança, as lagoas começam a secar pouco a pouco pela ação do sol e do vento.


Como chegar nos Lençóis Maranhenses


Não é tão simples chegar às cidades bases para visitar os Lençóis Maranhenses. Principalmente se você quiser economizar. A partir do aeroporto de São Luís (SLZ) são 230 km até Santo Amaro do Maranhão (3h - 3h30 de carro) e 250 km até Barreirinhas (3h30 - 4h de carro). Para chegar a Atins é preciso seguir por + 1 hora de barco a partir de Barreirinhas.


- Ônibus: de São Luís para Barreirinhas tem a opção de ir de ônibus pela empresa Guanabara. A viagem dura entre 4h - 4h30 e custa R$ ~50,00 por pessoa. Pela empresa Cisne Branco a viagem dura ~5h e custa R$ ~45,00 por pessoa. O problema de ir de ônibus é ter que se deslocar até a rodoviária e depois ter que pegar um transfer até a pousada. Por outro lado é uma forma barata de ir para Barreirinhas. Para Santo Amaro não tem essa opção.


- Van: de São Luís-Barreirinhas e São Luís-Santo Amaro (e vice-versa) a opção mais convencional é ir de van. O horário é péssimo, mais demorado e apertado. Li que é perrengue. As vans partem em 2 horários: entre 03h00 - 05h00 e entre 11h00 - 14h00. Aqui são três probabilidades: ou você chega por volta das 09h00, super cansado e segue para o passeio, ou você perde a manhã e faz o passeio à tarde, ou você chega no fim do dia e perde um dia de passeio. As vans não fazem o percurso durante a noite e isso é um problema, pois muitos voos chegam na capital à tarde. Elas custam entre R$ 60,00 e 90,00 por pessoa. Entrei em contato com o Cito (whats (98) 8492-6988) e com o Denílson (whats (98) 8808-9190), que me passou o contato do Zé (whats (98) 8840-1063).


Entre Barreirinhas e Santo Amaro também é possível ir de van, mas as opções são reduzidas. Anotei os contatos do Cacau (98) 98434-4589 e Mirotur (98) 9 8717-5357.


- Transfer privativo: essa é a melhor opção para quem quer conforto e liberdade de horário. Vi transfer entre São Luís e Barreirinhas por R$ 400,00, Entre São Luís e Santo Amaro por R$ 670,00 e entre Barreirinhas e Santo Amaro por R$ 500,00. No transfer privativo o valor é por carro, não por passageiro.


- Carro alugado: entre todas as opções, nós preferimos alugar um carro no aeroporto de São Luís. Como a gente passou por São Luís, Barreirinhas e Santo Amaro essa foi a melhor opção. Também foi uma das opções mais caras, mas a liberdade de estar de carro próprio compensou muito. Nosso voo chegou à tarde em São Luís. Ou a gente seguia para a rodoviária e pegava o bus que saia às 21h, ou a gente teria que esperar pela van que partia de madrugada. Com o carro alugado nós paramos para almoçar e saímos de São Luís no fim do dia. Foram 3h30 de viagem.


OBS: em Santo Amaro não era permitido entrar com carro. Tem um estacionamento municipal antes de entrar na cidade onde todos os carros devem ficar estacionados, porém, em 2021, o estacionamento está passando por reformas e carros estão circulando livremente.


Atenção


- Não é permitido entrar no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses por conta própria, nem se estiver em um 4x4. Apenas veículos 4x4 credenciados pelo ICMBio podem trafegar pelo parque. Logo, o carro será apenas para se deslocar entre as cidades. Nós também usamos o carro para passear pelo centrinho de Barreirinhas;


- Em Barreirinhas havia um turista por conta própria no parque. Os guias são bem unidos e logo fizeram fotos do veículo para tomarem providências. Também vimos algumas vezes o helicóptero da ICMBio sobrevoando o parque. Logo, eles fiscalizam sim!


- Em Santo Amaro passamos por um posto de fiscalização antes de seguirmos para os passeios. Apenas guias de Santo Amaro podem fazer passeios em Santo Amaro. Guias de Barreirinhas não têm acesso. A fiscalização também confere se os turistas estão levando bebida alcóolica, pois é proibido. Um grupo estava com uma sacola cheia de ice e tiveram que deixar com os fiscais.


Quanto custa uma viagem para os Lençóis Maranhenses


Não é uma viagem baratinha, mas muita coisa vai depender das suas escolhas. A passagem para São Luís (SLZ) a partir de Vitória (VIX) custa entre R$ 800,00 - 1300,00. Uma das escolhas que pode baratear a sua viagem é o meio de transporte entre as cidades. Você pode gastar R$ ~200,00 por pessoa se optar se deslocar de van e de ônibus ou pode gastar mais de R$ 1000,00 se preferir o transfer privativo ou carro alugado. Em relação à hospedagem, tanto em Barreirinhas quanto em Santo Amaro existem boas opções com diárias para 2 entre R$ 200,00 e 400,00. Em relação à alimentação, uma refeição para 2 custa entre R$ 90,00 - 150,00 (sem bebida). Claro que passagem, hospedagem e alimentação podem custar menos ou mais. Os valores dos passeios são praticamente tabelados. Uma alternativa é fechar tudo com a mesma empresa e pedir desconto. Nós pagamos os passeios via pix. O sinal de internet por lá é péssimo! A gente sempre usava o wi-fi da pousada para fazer a transação.


Outras informações sobre os Lençóis Maranhenses


- A principal atração dos Lençóis são as lagoas, obviamente. O parque é gigantesco! A dica é fazer o máximo de passeios para visitar o máximo de lagoas que puder. Não se engane achando que é tudo a mesma coisa, pois não é. Apesar de serem paisagens semelhantes, cada passeio é único. Sem falar que é impossível enjoar de uma vista dessas;


- Os passeios ocorrem em horários específicos: manhã, tarde ou o dia todo. Seja privativo ou coletivo os horários são praticamente os mesmos. Todos os passeios podem ser reservados pela sua pousada ou diretamente com as agências de turismo. Se preferir procure pela Cooperativa. Em Barreirinhas indico a Rota Sol Tour e em Santo Amaro indico o guia George (98) 9 9905-5608;


OBS: muitas lagoas são famosas, mas a maioria não tem nome. Cada ano novas lagoas se formam e algumas acabam secando ou reduzindo seu volume/tamanho. Dependendo da intensidade das chuvas naquele ano, pode acontecer de alguma lagoa "vazar/romper". Quando isso acontece a lagoa acaba secando ou perdendo o seu formato original. Os passeios são feitos de acordo com as condições das lagoas naquela temporada e opções de lagoas lindas não faltam, acredite! Não se prenda aos nomes da lagoas, cada paisagem ali é única e você nem vai sentir falta da lagoa x ou y;


- Há lagoas de todos os tipos: pequenas, grandes, com água verde, azul e amarelada, com água mais escura, com algas, com peixinhos, com troncos secos, enfim, é tudo lindo. Parece uma pintura;


- Há lagoas mais rasas, onde é possível atravessar com a água na cintura e lagoas mais fundas, com ~3 metros de profundidade;


- Para quem ainda tem dúvida: as lagoas são de água DOCE (água das chuvas), a temperatura é super agradável (a maioria é bem morninha) e a areia quase não esquenta. Com exceção de alguns pontos, dificilmente vai sentir a areia quente;


- Os passeios acontecem em Toyotas 4x4 adaptadas com bancos e cobertura na carroceria, chamadas de "jardineiras";


- Os passeios podem ser feitos no coletivo (com mais 5-10 pessoas) ou no privativo, onde você paga pelo carro;


- Todos os passeios buscam e deixam o cliente na pousada;


- A maioria das pousadas tem restaurante e a comida é muito saborosa;


- Não deixe de provar: arroz de cuxá, galinha caipira ensopada, camarão da Malásia, camarão em geral (normalmente são grandes), o guaraná Jesus, suco de caju e bacuri (parece cupuaçu) e os sorvetes de tapioca (sensacional), castanha (delicioso), bacuri e taperebá (cajá);


- Oásis são os povoados localizados dentro do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Sim, pessoas moram dentro do paraíso! Os oásis cercados por vegetação e geralmente tem um rio para chamar de seu. Os passeios de dia todo fazem parada para almoçar em um desses oásis;


- Em todas as paradas nos oásis têm um local com redes para quem quiser descansar (redário);


- A internet é péssima! Em muitos lugares o sinal de wi-fi é bem fraco e as operadoras menos piores são Oi e Claro, ainda assim é muito comum ficar sem sinal;


- Pagamos praticamente tudo pelo pix e cartão de crédito.



Destaquei em rosa no mapa abaixo alguns pontos por onde passamos:


Mapa dos Lençóis Maranhenses.
Fonte: ICMBio.


Sobre Barreirinhas


Barreirinhas é considerada a capital dos Lençóis Maranhenses. É a cidade mais preparada para receber os turistas. Tem a melhor estrutura de hospedagem, alimentação, agências de turismo e lojinhas. Logo, a cidade costuma ficar lotada na temporada. Possui um aeroporto, mas recebe apenas voos fretados e são caríssimos. O sobrevoo pelos Lençóis parte daqui.


Por outro lado, Barreirinhas fica bem distante das lagoas. É preciso atravessar o rio Preguiças de balsa antes de seguir para a trilha que dá acesso ao parque. Muitas vezes tem fila de espera para subir na balsa. Após a travessia do rio são ~12 km (~45 minutos) em veículo 4x4 até chegar às lagoas, por uma estrada de areia fofa e com vários pontos de alagamentos. Prepare-se para chacoalhar em boa parte do trajeto. Uma coisa que ninguém te conta: se não ficar esperto você vai "apanhar" das árvores que estão no caminho kkkkk. O teto das jardineiras é coberto, mas as laterais são abertas. Vira e mexe alguém leva uma galhada.


Veículos 4x4 esperando para subir na balsa em Barreirinhas.

Veículos na fila esperando para subir na balsa e atravessar o rio Preguiças.

Veículos 4x4 descendo da balsa em Barreirinhas.


Quantos dias: três ou quatro dias de passeios seria o ideal para curtir bastante, mas para fazer os principais passeios da região indico 4 dias cheios. Confira abaixo as opções de passeio:


- Circuito Lagoa Azul: é um dos passeios mais procurados em Barreirinhas. Além da lagoa azul, o passeio passa por várias outras lagoas lindas. Custa R$ 100,00 por pessoa e pode ser feito tanto pela manhã quanto à tarde. Os horários são das 09h às 13h e das 14h às 19h.


Circuito Lagoa Azul em Barreirinhas, Lençóis Maranhenses.


- Circuito Lagoa Bonita: outro passeio bem famoso, principalmente para assistir ao pôr do sol. Antes era preciso subir por uma duna bastante íngreme (~70 metros de altura) que contava com o auxílio de um corda. Hoje o local conta com uma escadaria de madeira (parecida com a escadaria das Prainhas do Atalaia, em Arraial do Cabo). Para descer escolha ir pela areia, é bem tranquilo e não força o joelho. Esse circuito é impressionante, pois você acessa uma das dunas mais altas e tem uma das vistas mais bonitas dos Lençóis. 


Nesse circuito passamos pela Lagoa do Clone (onde foram gravadas cenas da novela). O Circuito Lagoa Bonita acontece com mais frequência na parte da tarde por causa do pôr do sol, mas também pode ser feito pela manhã. Custa R$ 100,00 por pessoa.


Circuito Lagoa Bonita em Barreirinhas, Lençóis Maranhenses.


DICA: os circuitos Lagoa Azul e Lagoa Bonita podem ser feitos juntos. Ao invés de voltar para a pousada no horário do almoço, o guia te leva para almoçar em um oásis e na parte da tarde segue para a segunda parte do passeio. Fizemos os dois circuitos juntos e custou R$ 190,00 por pessoa.


- Atins: uma ótima opção para quem não quer se hospedar em Atins é fazer o passeio de dia todo a partir de Barreirinhas. Eu havia lido que era super cansativo e que não valia a pena. Cheguei a cancelar, mas conheci dois casais que foram e amaram. Resolvi arriscar e foi maravilhoso! Acredito que demos muita sorte, pois geralmente esse passeio é feito contornando as dunas e lagoas, quase sem vista, pois não é permitido o tráfego de veículos sobre o campo de dunas. Acontece que a estrada estava alagada e o ICMBio demarcou um caminho provisório passando sobre as dunas. O passeio todo foi com vista para as dunas e lagoas. Foi um super passeio e custou R$ 150,00 por pessoa.


Atins, Lençóis Maranhenses.


Paramos para almoçar no Canto de Atins, onde provamos o super famoso camarão grelhado da Luzia. Eu não ligo para camarão e tive que provar. Estava sensacional. Após o almoço o guia nos levou até uma pequena cachoeira. Sim, uma cachoeira entre as lagos e a praia de Atins. Uma paisagem inusitada e incrível! Eu nem sabia da existência dessa cachoeira.


O famoso camarão da Luzia em Atins.


- Sobrevoo: é uma experiência única poder contemplar esse paraíso de cima. O voo tradicional tem ~30 minutos de duração e custa entre R$ 380,00 - 500,00 e acontece o dia todo, das 07h00 às 17h00. Na Voar Fotografia Aérea (98 9 8264-2945) são 4 rotas: a rota 1 sobrevoa os grandes Lençóis e os circuitos das Lagoas Bonita e Azul, é para quem quer focar em ver lagoas; a rota 2 inclui também os os pequenos Lençóis, Mandacaru, Caburé e Atins. As rotas 1 e 2 duram ~30 minutos e custam R$ 410,00; a rota 3 faz as rotas 1 e 2 em 45 min de voo por R$ 605,00. Já a rota 4 sobrevoa o trajeto do trekking: são 3 dias feitos em 1 hora de sobrevoo por R$ 760,00. O sobrevoo deve ser reservado com antecedência, pois é bastante procurado e esgota rápido. Valores por pessoa.


Sobrevoo nos Lençóis Maranhenses.


- Península de Caburé: esse passeio ocorre pelo rio Preguiças de voadeira (lancha rápida) com três paradas: a primeira acontece no povoado de Vassouras, onde estão os "pequenos Lençóis" e a tenda dos macacos. A segunda é no povoado de Mandacaru, onde está o "Farol das Preguiças". A última parada é na praia de Caburé, onde também é a parada para almoço. O passeio é feito das 08h00 às 16h00 e custa R$ 100,00 por pessoa.


- Quadriciclo: o passeio segue rumo a Caburé com uma parada em Vassouras para conhecer os "pequenos Lençóis". Horário: das 08h30 às 17h30 e custa R$ 350,00 - 400,00.


DICAS


- Quando atravessar o rio na volta do passeio não deixe de comer a tapioca e a cocada que são vendidas nas barraquinhas. A tapioca de carne seca é deliciosa e as cocadas quentinhas dão água na boca;

- Tomar açaí com cupuaçu no Eco Açaí;

- Passear na Avenida Beira Rio, que está localizada às margens do rio Preguiças. Aqui é onde acontece a noite na cidade. Onde estão concentrados os bares e restaurantes e também onde acontece apresentações de música popular.

- Restaurantes indicados: O Jacaré, A Canoa, O Bambu, Bambaê. 


Sobre Santo Amaro do Maranhão


A cidade é mais rústica que Barreirinhas e com bem menos opções de hospedagem e alimentação. A vantagem? está praticamente dentro do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. É a cereja do bolo para quem quer ver lagoas e mais lagoas. Os circuitos são lindíssimos e as lagoas demoram mais para secar. Se tiver que escolher entre as três cidades vá para Santo Amaro! 


Quantos dias: quatro ou cinco dias cheios é o ideal para aproveitar bem essa parte do parque. Claro que você pode ficar mais, né?! Confira abaixo as principais opções de passeio:


- Circuito Betânia: esse é um passeio de dia todo, das 09h00 às 18h00, e custou R$ 100,00. É um circuito maravilhoso. São quatro paradas para banho e muitas lagoas pelo caminho. Eu não fiquei muito preocupada com os nomes das lagoas, mas paramos na Piscininha, Croa, Betânia e Junco. O passeio todo é especial. A parada para almoço acontece no povoado de Betânia, onde é preciso atravessar o rio Espigão. A travessia é feita em pequenos barquinhos por R$ 10,00 por pessoa cada trecho.  A paisagem é lindíssima e você tem a opção de tomar banho de rio. Sem falar que foi o lugar onde comi a melhor galinha caipira ensopada da vida! Recomendo.


Lagoa do Junco em Santo Amaro, Lençóis Maranhenses.


- Circuito Ponta Verde: maravilhoso! Esse passeio é mais difícil de fechar grupo para ser feito no coletivo, por isso nós fizemos no privativo e valeu cada centavo. É um circuito novo e ainda pouco divulgado. Foi uma das lagoas mais incríveis que visitamos. Fomos com o guia George (que indiquei acima) e ele é ótimo. São várias lagoas pelo caminho, mas paramos em apenas duas: Lagoa do Reflexo e Maioba.


Circuito Ponta Verde em Santo Amaro, Lençóis Maranhenses.


O almoço acontece no povoado de Ponta Verde e foi uma das melhores experiências gastronômicas que tivemos. Provamos o famoso camarão da Malásia e um peixe grelhado, ambos deliciosos. Fomos super bem recebidos e no final do almoço o simpático rapaz que nos atendeu trouxe um café que ele mesmo havia acabado de passar. Delicioso, por sinal. Aqui também provamos o pudim de milho. Divino! Nunca havia comido e conseguiu ser melhor que o pudim comum. O passeio custou R$ 650,00 pelo carro.


Camarão da Malásia em Ponta Verde, Santo Amaro, Lençóis Maranhenses.


- Circuito Andorinhas: esse é um dos passeios mais próximos da cidade e os veículos param bem pertinho das lagoas. Foram três paradas para banho: Lagoa Recanto, Andorinha e Piscina. Esse circuito incluía a Lagoa da Gaivota, mas ela não estava tão bonita e o guia alterou o passeio. A Lagoa Gaivota é um exemplo de lagoa que "vazou" e perdeu a sua forma original, perdendo muito do seu volume. Se você não conhecer as lagoas, nem vai sentir falta da lagoa x ou y. Custou R$ 70,00 e pode ser feito pela manhã (09h00 às 12h00) ou à tarde (14h00 às 18h00).


Lagoa das Andorinhas em Santo Amaro, Lençóis Maranhenses.


- Circuito das Emendadas: SURREAL é o que tenho para dizer sobre esse passeio. É uma forma de "entrar" mesmo no parque. É um passeio muito especial e geralmente acontece à tarde para evitar o período de sol forte. É um pouco puxado, pois são 4 horas de caminhada sobre as dunas (ida e volta), sem falar nas paradas para banho e para assistir ao pôr do sol. No total foram ~6h de passeio. É um sobe e desce que parece não ter fim. Na parte de areia fofa então, haja panturrilha! Academia nenhuma te prepara para subir e descer dunas kkkkk. Estávamos em 3 casais + o guia. O passeio começa por volta das 13h30 - 14h e segue até a parte do parque onde veículos não são mais autorizados, a partir daqui todo o trajeto é feito a pé. Foram duas paradas para banho antes de chegar na duna do pôr do sol. O circuito recebe esse nome, por causa das lagoas que se ligam e chegam a formar vários quilômetros de extensão. Custou R$ 120,00 por pessoa.


Circuito Emendadas em Santo Amaro, Lençóis Maranhenses.


A volta é uma experiência à parte, pois na metade do caminho já estará escuro e o céu estrelado do Maranhão torna tudo mais incrível. Não dá para descrever esse passeio. Com a Lua cheia deve ser ainda mais incrível. Fica a dica.


OBS: leve 1 L de água por pessoa. É fundamental manter-se hidratado.


- Circuito Lagoa da América: essa é uma boa opção de passeio para seu último dia de viagem, pois você pode passar o dia e combinar o horário da volta com o guia. Esse é o único passeio que não tem horário fixo para retornar e carros não chegam. As lagoas são acessadas após atravessar o rio Alegre (~15 min). Quem nos levou no barco foi o Neto, percebi que ele é famoso na região. Ele nos acompanhou até as lagoas e no horário combinado voltou na lagoa para nos buscar. O ideal é passar o dia e almoçar por lá. O local é uma delícia. Custou R$ 80,00.


Circuito Lagoa América em Santo Amaro, Lençóis Maranhenses.


- Quadriciclo: o passeio faz o Circuito Municipal e inclui as Lagoas do Peixe, do Pôr do Sol, da Piscina, Recanto da Gaivota e Gaivota. Pode ser feito pela manhã, das 09h00 às 12h00 ou à tarde, das 15h00 às 18h00. Custa R$ 300,00 pelo quadriciclo com guia + 2 pessoas ou R$ 500,00 para dois quadriciclos: um para o guia e um para você pilotar.


DICAS


- Tomar sorvete na Casa do Picolé Artesanal. Os sabores tapioca e castanha são deliciosos;

- Outra opção de sorveteria é a "Quero Quero". Além de tapioca e castanha, o de maracujá com coco é delicioso;

- Restaurantes indicados: Le Roque Gastrobar, Restaurante do Gordo, Sol de Amaro, Dunas Bistrô e Água Doce.


OBS: O que me deixou #chateada foram os horários dos passeios. Geralmente todos são feitos da mesma forma: quando o passeio é pela manhã você deixa as lagoas entre 11h30 - 12h e quando o passeio é feito à tarde começa a buscar no hotel entre 13h - 14h. O melhor horário para destinos de praias e lagoas é justamente entre 11h e 14h, quando o sol está mais alto e a água fica mais intensa e cristalina. Dificilmente você estará nas lagoas entre 12h e 14h, pois é o horário de almoço e eles cumprem à risca o horário. Inclusive o comércio fecha nesse período. Uma alternativa  é fazer algum passeio de dia todo privativo. Fizemos 2 passeios privativos e escolhemos sair para almoçar 13h30. Assim conseguimos aproveitar o melhor horário do sol. 


Considerações Finais:


Você não precisa passar pelas três bases para conhecer os Lençóis Maranhenses. Muita gente conhece apenas Atins e/ou Barreirinhas, outros vão apenas para Santo Amaro. A maioria das pessoas que conhecemos em Barreirinhas não foram para Santo Amaro, mas se você tiver que escolher apenas uma cidade vá para Santo Amaro. Os passeios são mais agradáveis e as lagoas são as mais lindas de todas, sem dúvidas! Já em Barreirinhas os passeios são bem cansativos, mas a cidade é parada obrigatória se você quiser fazer o sobrevoo pelos Lençóis. Nós não fizemos base em Atins, mas valeu super a pena fazer o passeio de dia todo para lá. Acredito que o passeio foi bem incrível porque o percurso todo foi feito pelas dunas. Já falei e repito: não tem como enjoar dessa paisagem e vale muito a pena conhecer o maior número de lagoas que puder! Eu teria repetido vários passeios sem nenhum problema haha.


Bom, como algumas pessoas me pediram dicas dos Lençóis Maranhenses, resolvi escrever esse post com um resumão desse paraíso. Também vou escrever sobre cada passeio em postagens separadas para compartilhar mais dicas e fotos.


See you later!

Lana Cole.


FONTE: icmbio.gov.br e revistapesquisa.fapesp.br

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Amei as dicas. Estou planejando ir ano que vem e tinha dúvidas se valia a pena ir até Santo Amaro, mas agora já vou alterar meu roteiro. =)

    ResponderExcluir

Ei, seja bem vindo (a) ao Blog Parada Obrigatória! Fique à vontade para perguntar e deixar Sugestões. Att, Aislana Cole