Conhecendo o Vulcão Ativo de Santorini


Acredito que Santorini seja o lugar mais incrível desse mundo! Sua beleza é incontestável, isso é fato. Estar lá e poder ver com meus próprios olhos essa natureza exótica foi inexplicável. Só de pensar que toda essa beleza é resultado de diversas erupções vulcânicas que ocorreram ao longo dos anos, sendo que a mais avassaladora delas destruiu um povoado inteiro, me faz pensar no quanto somos minúsculos frente à força da natureza. Uma natureza imponente criada por Deus!  Após diversas erupções Santorini foi dividida em 5 partes: Thira (Fira ou Thera), Thirasia, Aspronisi, Palea Kameni e Nea Kameni, sendo as 2 últimas as ilhotas mais jovens, resultado de atividades mais recentes do vulcão.


Passeio de Barco até a Cratera do Vulcão:

Diversos passeios de barco estão disponíveis em Santorini. Nós fizemos um dos roteiros tradicionais com parada no vulcão, nas Hot Springs e na ilhota Thirasia. O passeio foi em grupo, teve 6 horas de duração e custou 26,00 € por pessoa. O barco saiu do porto antigo (Old Port), localizado em Fira. O acesso se dá através do Cable Car (funicular/teleférico) que custa 6,00 € por pessoa ou por uma escadaria com quase 600 degraus! 

OBS: Nós fizemos esse passeio em junho de 2018. Confira a outra parte do passeio de barco em Santorini aqui.




O vulcão em si, onde está localizada a cratera submersa, é denominado Nea Kameni. Para entrar na área do Parque Nacional Nea Kameni é cobrada uma taxa fixa de 2,50 € por pessoa. 















A subida para alcançar o topo da cratera é cansativa e bastante corrida. A duração da caminhada é de ~1 hora e durante o verão europeu o esforço é duplicado por causa do calor escaldante de deserto! A trilha é bem demarcada e cheia de pedrinhas soltas, sendo fácil escorregar. A escolha de um calçado apropriado faz toda a diferença. Dá para fazer a trilha de chinelo, mas a melhor opção seria usar um calçado fechado por ser mais confortável e seguro para caminhar. Sem falar que seu pé vai ficar imundo por causa da terra escura. Eu usei uma Melissa e foi tranquilo. Outra dica é usar roupa de manga comprida e chapéu/boné, além de levar água.












A parte decepcionante é o tempo de permanência no vulcão, pois é curtíssimo! O tempo aproximado é de 1:30 h, sendo que nesse tempo você vai subir, parar, observar, admirar,  descansar, fotografar e ainda precisa voltar para o barco! É SUPER corrido e passa rápido. Você mal consegue curtir a vista por causa do guia que é muito apressado. Você piscou e ele já não está mais por perto kkkkk. A gente parou para fotografar e se perdeu do grupo. Quando nos demos conta já estava na hora de voltar para o barco - fomos praticamente os últimos a chegar. Para mim essa é a única desvantagem do passeio, pois DETESTO fazer as coisas na correria! 














Li algumas reclamações onde as pessoas afirmavam que não valia a pena esse passeio, que o vulcão não era interessante e etc. Eu achei super válida a experiência de caminhar pela areia vulcânica e entre os fragmentos de lava, observar os gases saindo da terra, sem falar que o ponto alto do passeio é a vista! A visão que temos do restante da ilha é suficientemente incrível e já vale estar ali! Não tem como não se apaixonar por um lugar ÚNICO como esse! Fiquei maravilhada e faria novamente. Abaixo eu deixo mais algumas fotos desse lugar incrível! Não canso de dizer isso sobre Santorini. 














OBSEspecialistas monitoram a ilha diariamente, pois o vulcão encontra-se ativo. Sim, ativo!!! Entretanto, essa atividade é considerada segura já que é possível prever com antecedência uma próxima erupção.


See you later!

FONTES: www.greece-is.com; www.santorini-view.com; www.in2greece.com; www.greeka.com.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ei, seja bem vindo (a) ao Blog Parada Obrigatória! Fique à vontade para perguntar e deixar Sugestões. Att, Aislana Cole