San Andrés: Dicas de Restaurantes

Vista do The Islander

Se alimentar em San Andrés foi bem tranquilo. A Ilha conta com várias opções de restaurantes, porém a maioria é bem simples. Conseguimos comer bem durante a nossa viagem. Tudo vai depender do seu gosto e valor disponível para gastar com as refeições.

OBS: 
  • O café da manhã estava incluído em nossa diária e o lanche da tarde nós mesmos preparamos: fomos ao "mercado", compramos alguns itens e fizemos sanduíches. Como a gente ficava o dia todo passeando, preferimos levar sanduíche em vez de comermos salgados e porcarias;
  • Paramos em uma padaria que vimos por acaso durante a volta pela Ilha e estava bem precária, além das coisas não estarem com boa aparência; 
  • Tivemos dificuldade com o mercado. Se existe algum mercado de verdade em San Andrés nós não achamos. Fomos em vários "mercadinhos" beeeem mais ou menos e não vimos frutas - eu queria banana por ser bem prática e fácil de comer na rua;
  • Li que em muitos restaurantes os pratos individuais podem servir duas pessoas que comem moderadamente. Dê uma pesquisada antes, pois achamos que o tamanho dos pratos principais variaram bastante de um restaurante para outro;
  • Alguns restaurantes servem uma cesta de pães cortados, tipo torradas, mas não são torrados, são murchos haha;
  • Em muitos lugares o arroz é o famoso "arroz de coco" e eu detestei. É doce e enjoativo. Veja a possibilidade de substituir pelo arroz branco normal, caso não goste, claro!
  • Nós não bebemos álcool e na maioria das vezes eu fico apenas na água, pois prefiro. O máximo que peço é um suco, pois não bebo refrigerante, então não faço ideia dos valores das bebidas.

DICA:

- Comprei alguns itens para fazer sanduíche
 no mercado Superplaya:

Pão de forma integral - COP $ 7.100,00 ~R$ 9,00
Queijo tipo Creme de Ricota - COP $ 3.900,00 ~R$ 5,00
Presunto (Jamon) 10 fatias - COP $ 3.200,00 ~R$ 4,00
Iogurte de morango (Fresa) 1L - COP $ 9.900,00 ~R$ 13,00

- Compramos também no mercado Mickey Mouse
- Leve uma bolsinha térmica para manter os alimentos fresquinhos. Existem várias opções pequenas, apenas para conservar um lanchinho e água.

Os Restaurantes estão na ordem da minha preferência:

1) La Regatta - MARAVILHOSO! É o restaurante mais famoso da Ilha e um dos mais caros, porém nada exagerado. O lugar é super decorado e o ambiente bem agradável. Antes de chegar, de fato, ao restaurante, há um caminho todo decorado com garrafas coloridas. Tudo muito caprichado.


O La Regatta foi construído em cima do mar com uma vista bem privilegiada. Nós preferimos as mesas do salão, perto das janelas, pois estava bem ensolarado no dia.


O casal de brasileiros que conhecemos, havia reservado o restaurante para às 15:00 e nós conseguimos uma reserva para às 14:00. Quando eles chegaram pedimos aos garçons para juntarem as nossas mesas e assim fizeram, sem nenhum problema. Comemos, aproveitamos a vista, pedimos sobremesa e conversamos bastante.

DICA: Faça a reserva logo no início da viagem, pois é um restaurante bem solicitado. A recepcionista do nosso hotel fez a reserva para nós. 

Eu comi Pescado Providencia (COP $ 41.900,00 ~R$ 55,00) e o marido Steak Pimienta (COP $ 39.800,00 ~R$ 52,50). De sobremesa pedi Brownie con Helado (COP $ 11.500,00 ~R$ 15,00). Tudo estava delicioso!

Pescado Providencia

Steak Pimienta

Brownie con Helado

OBS: 

- O Pescado Providencia veio servido com arroz de coco e eu ainda não havia provado. Não gostei e achei muito enjoativo. Se eu soubesse que era tão ruim, teria perguntado sobre a possibilidade de trocar pelo arroz branco;
- Apesar de farto, não achamos que dê para dividir o prato principal.

2) Gourmet Shop Assho - Gostamos tanto que fomos várias vezes. O ambiente é muito agradável, o teto é todo decorado com garrafas vazias penduradas e no local há venda de alguns produtos e temperos, tipo um empório. 

Fomos duas vezes para jantar e estava deliciosíssimo! Indico o prato Medallones de Res em Salsa de Champiñones com Puré de Papas - COP $ 42.000,00 ~R$ 55,00 (você pode trocar o acompanhamento). A carne foi a melhor que comemos na Ilha e veio bem servida. O purê de batatas veio pouco, mas serviu nós dois. 

A carne veio em um prato e o acompanhamento em outro. Pedimos um prato extra e dividimos. vieram três pedaços de carne.


Medallones de Res em Salsa de Champiñones com Puré de Papas

DICA: Se ficar na dúvida, peça uma entrada e apenas um prato principal, pois dará para dividir tranquilamente. O casal que estava com a gente também dividiu o prato deles e era o mesmo do nosso.

Voltamos uma terceira vez e provamos os sanduíches: de atum - Atún Rosado (atum, alface, cebolinha e maionese) e de costela - Costilla de Cerdo (costela desfiada com molho BBQ e alface). O de atum estava muito bom, mas o de costela não me agradou, estava muito gorduroso. Era mais gordura do que carne. Ambos custaram COP $ 15.000,00 ~R$ 20,00.


Sanduíche de Costela


OBS: Como não bebemos álcool, nem olhei os valores das bebidas. Pedi suco de amora e de sobremesa um Tiramisù, mas não lembro os valores. Sei que o suco é enorme e gostoso, mas o Tiramisu era bem ruinzinho!




3) The Islander - Mais um restaurante maravilhoso e com ótimo atendimento! O restaurante pertence ao Decameron El Isleno e conta  com um ambiente super agradável. Comi um salmão divino - Salmon Tropical por COP $ 26.500,00 ~R$ 35,00. O prato vem acompanhado de um molho de frutas cozidas que eu detestei! Achei bem amargo. Fora o molho, o salmão estava delicioso e meu acompanhamento foi patacones (há outras opções de acompanhamento), além de uma porção extra de legumes cozidos. O marido pediu Filé de Pescado acompanhado com Molho de Ostras e estava delicioso também COP $ 28.000,00 ~R$ 37,00. Para beber pedimos suco de amora (jugo mora) COP $ 5.500,00 cada ~R$ 7,00. Fomos três vezes e ficamos nas mesmas opções.


O Restaurante fica bem ao final da Peatonal, após os Cassinos - lado esquerdo para quem está de frente para o mar e lado oposto da maioria dos restaurantes;
- Recomendo comer durante o dia por causa da vista;
- Os pratos são individuais;
- Achamos o salmão muito barato, mas o amigo pediu uma carne e custou mais de COP $ 50.000,00 o prato ~R$ 66,00;

4) El Corral - É uma Rede estilo Bob's, porém o sabor e a qualidade nem se compara. Eu não como hambúrguer industrializado e no El Corral a carne é caseira e bem saborosa. Gostei tanto que fomos três vezes! Da para montar uns combos e o marido pediu batata na primeira vez e aipim frito nas outras duas vezes.

Algumas opções do cardápio de Hambúrguer:

São mais de 10 opções, vou listar alguns:

- Corral - Carne de res a la plancha de 1/4 de lb (~113g) com alface, tomate, cebola em rodelas e molho COP $ 11.100
- Corral Queso - Carne de res a la plancha de 1/4 de lb (~113g) com muçarela, alface, tomate, cebola em rodelas e molho COP $ 13.300
- Corral Casera - Carne de res a la parrilla de 1/3lb (~151g) com queijo americano, cebola roxa, tomate, alface, molho BBQ e mostarda COP $ 16.000
- Corralísima 1/2 lb (~226,5g) - Carne de res a la parrilla com molho BBQ, alface, tomate e cebola em rodelas COP $ 20.000
- Corralísima 3/4 lb (~340g) - Carne de res a la parrilla com molho BBQ, alface, tomate e cebola em rodelas COP 22.300
- Corralísima Todoterreno - Duas carnes de res a la parrilla de 1/4 lb (~113g) com bacon, muçarela, molho BBQ, tomate, alface, cebola em rodelas e pepino COP $ 24.200

Corral Casera $ 16.000 ~R$ 21,00

5) Aqua Beach Club - Lugar super aconchegante com uma bela vista para Cocoplum.

- Os pratos com carne custavam COP $ 40.000 - 45.000; 
- Os pratos com frango custavam COP $ 36.000;
- Os pratos com peixe eram vários e ficavam por volta dos COP $ 35.000 - 45.000

O marido pediu Hamburguesa De La Casa COP $ 25.000 ~R$ 33,00 e eu comi uma das carnes. A carne estava um pouco dura e sem sabor, os patacones estavam bons (eu adorei isso) e o arroz era branco, normal. Eu não voltaria.

DICA: É uma opção para quem quiser passar o dia relaxando em um Beach Club na beira da praia e tomando uns drinques. Li muitas avaliações positivas dos pratos de frutos do mar e peixes. Talvez seja uma boa opção, pois a carne eu não indico.



6) Miss Celia - Fomos super bem atendidos. No cardápio havia a opção de Pescado individual ou inteiro e o  garçom nos sugeriu o Pescado inteiro. O prato veio bem servido, comida simples e gostosa. No cardápio não constava o valor do prato, pois depende do tamanho do peixe. Perguntamos ao garçom e nos disse custar COP $ 60.000. Ao fechar a conta ele nos avisou que o prato havia saído por COP $ 50.000 ~R$ 66,00.

- Ambiente abafado, muuuuito quente! Estava difícil ficar "de boas" dentro do restaurante;
- Foi um dos únicos lugares que vimos feijão no cardápio, porém não provamos.




    7) Mister Panino - Li muitas avaliações positivas sobre o restaurante e acabou sendo o nosso primeiro restaurante na ilha. Fomos no horário do almoço, estava muito cheio e a comida demorou bastante. Não dei muita sorte com a escolha do prato, pois pedi Pasta a La Carbonara (COP $ 25.000 ~R$ 33,00) e após a quinta garfada eu estava super enjoada. Achei muito pesado e gorduroso. As primeiras garfadas estavam uma delícia, mas enjoei antes de ficar satisfeita. Para o meu paladar não estava bom, pode ser que para você esteja. O marido pediu Lasagna de Carne e gostou muito (COP $ 26.000 ~R$ 34,00).

    OBS: 

    - Os pratos são bem servidos e a lasanha do marido sobrou bastante;
    - Não sei se eu teria conseguido comer toda a massa, pois parei antes de ficar satisfeita;
    - Mesmo não tendo escolhido um prato bom, eu indico o Mister Panino. Me arrependi de não ter voltado e provado outra massa.




    8) Cafeteria Juan Valdéz - Os cafés Juan Valdéz são famosos e bem recomendados. Existem alguns sabores que são vendidos em muitos lugares na Ilha e em toda a Colômbia. Para os amantes de café vale a pena parar na cafeteria e apreciá-lo. Eu não bebo café então não posso opinar, na época eu não bebia café, então nem provei, mas o marido e os amigos gostaram. Há um quiosque na Peatonal em frente ao El Corral e uma cafeteria mais reservada no centro. É bem estilo Starbucks e eu não curto muito.

    Expresso e Bolo de Cenoura

    Pedi um Nevado de Arequipe e não gostei. Paguei COP $ 9.000 em 300 mL ~R$ 12,00. O que eu indico de olhos fechados é a Torta de Zanahoria (bolo de cenoura). Eu sou fã de bolos e esse estava delicioso - custou COP 6.500 ~R$ 8,50.

    9) Margherita e Carbonara - DECEPÇÃO em todos os aspectos! NÃO INDICO!!! Acredito que a pior experiência que tivemos em um restaurante foi aqui.

    Deixa eu explicar: O casal amigo já havia ido e gostaram muito da comida. A amiga perguntou se o prato servia duas pessoas, o garçom disse que não e fez cara feia. O casal acabou pedindo dois pratos e quando a comida chegou se assustaram, pois havia muita comida em cada prato - ela comentou que era quase uma bacia de tanto macarrão com camarão! Disse estar muito gostoso e que achou sacanagem o garçom dizer que não dava para dividir, pois eles deixaram metade dos pratos. 


    Voltamos lá com eles e eu pedi o mesmo prato que ela pediu: Spaghetti Gamberi COP $ 30.000 ~R$ 39,50. Pedi um prato extra e desde então, o garçom nos atendeu MUITO MAL. Quando ele trouxe o prato, praticamente JOGOU na mesa. Nos serviu de qualquer jeito, sem o mínimo de educação! A minha vontade foi levantar e ir embora. Ficamos os quatro olhando sem ação. Sem falar que, segundo a amiga, havia bem menos comida em relação ao prato dela, quando comeu lá pela primeira vez. Acredito que fizeram de propósito para não dividirmos! Ainda assim, veio bem servido, porém com pouquíssimo camarão e o molho estava bem gorduroso.


    O casal pediu uma Pizza Margherita e quando chegou também ficaram surpresos, pois era apenas muçarela! Tipo...


    Como se não bastasse, a cozinha fechou e o garçom não nos avisou. Ele JOGOU, literalmente, a conta na mesa. Trouxe a conta sem pedirmos e quase fomos expulsos do restaurante. E para piorar a noite, nos recusamos a pagar os 10% e quase apanhamos! Era só o que faltava, pagar por um serviço que foi PÉSSIMO!!! 

    Havia lido muitas recomendações e estava em nossa lista, mas percebi que ser bem atendido no Margherita e Carbonara vai depender do garçom e do humor dele no dia.


    Esses foram os nossos restaurantes durante os 8 dias em que estivemos na ilha. Deixamos de conhecer muitos outros, pois preferimos repetir os que gostamos a corrermos o risco da comida não ser tão boa ou de sermos mal atendidos. No dia em que fomos para Johnny Cay nós almoçamos por lá.

    OBS: A conversão para o Real foi baseada no valor que pagamos sacando Pesos Colombianos no Bancolombia, em San Andrés. A cada 1 Real, compramos 759 COP. Hoje, com certeza, os valores estão diferentes, pois a cotação varia diariamente. Viajamos com o dólar acima dos R$ 3,70.  Veja qual é a melhor opção para você: levar Dólares ou sacar COP na Ilha.

    See you later!!!

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Ei, seja bem vindo (a) ao Blog Parada Obrigatória! Fique à vontade para perguntar e deixar Sugestões. Att, Aislana Cole