Cataratas - Parque Nacional do Iguaçu


As Cataratas são indescritíveis! Não sou apegada a construções famosas - aqueles lugares que muita gente sonha em conhecer, sabe? O que me fascina é a natureza. A criação de Deus supera qualquer expectativa. Foz do Iguaçu era o lugar que eu sonhava em conhecer no Brasil. Fiquei em êxtase e desejo muito voltar! Nem acredito que demorei tanto para conhecer o lugar mais surreal do Brasil, considerado Patrimônio Natural da Humanidade e uma das 7 Maravilhas da NaturezaÉ algo impactante!!! De uma beleza sem igual! Só estando lá para compreender a minha empolgação e deslumbre. É um lugar que renova a sua fé, que mostra o quanto somos pequenos e faz você acreditar que existe um Deus por trás de tanta perfeição. É a natureza sendo imponente!!!

OBS: Em 2019 estive novamente nesse lugar mágico e o meu amor pelas Cataratas só cresceu! É muito sensacional e pretendo voltar, SIM!


As Cataratas são formadas por 275 saltos/quedas e estão divididas entre Brasil e Argentina, sendo que 2/3 estão no lado argentino. A vazão média é de ~1800 m³/s - é SURREAL! Pensa! 1 m³ corresponde a mil litros de água! As Cataratas do Iguaçu estão localizadas no Parque Nacional do Iguaçu, a 14 km do Aeroporto Internacional de Foz e funciona todos os dias do ano, das 09:00 às 17:00. O local é muito organizado, estruturado, limpo e acessível, sendo o Centro de Visitantes a porta de entrada para o Parque. Nele há a bilheteria, o balcão de informações turísticas, posto bancário, banheiros, cafeteria (com tomadas perto das mesas - TODOS comemoram O/ haha), loja de souvenirs e o Helisul para os passeios de helicóptero.

A primeira vez que estive nas Cataratas foi em setembro de 2015 e custou R$ 31,30 por pessoa + R$ 19,00 do estacionamento, que é cobrado no ato da compra dos ingressos. Em 2019 nós fomos no mês de novembro e custou R$ 43,00 por pessoa + R$ 24,00 do estacionamento.



Ticket das Cataratas - 2015

Após adquirir os ingressos é só seguir para o ponto de embarque e esperar pelos ônibus que trafegam pelo Parque. Eles são panorâmicos, confortáveis, conservados, não demoram e param em alguns pontos específicos. Os ônibus são equipados com caixas de som que informam sobre os locais das paradas. Você decide em qual delas irá descer. São 2 modelos de bus: um deles é todo fechado e com ar condicionado, já o outro possui dois andares: o primeiro com ar condicionado e o segundo andar ao ar livre.

A primeira visão das Cataratas em 2015.

O passeio começa no ponto "Trilha das Cataratas" - esse é o início da atração. Em 2015 nós f
izemos do jeito "convencional": do início para o final. Em 2019 invertemos o percurso: descemos primeiro nas plataformas onde está o elevador panorâmico e ficamos um tempo curtindo aquele visual incrível. Depois seguimos para a passarela e tomamos um belo banho kkkkk. Com as energias recarregadas, seguimos pela trilha em direção ao ponto de partida - na parada "Trilha das Cataratas". Lá pegamos o bus e voltamos para a recepção. 

DICA: Se você nunca esteve no Parque, te indico começar a trilha do jeito tradicional: desça na "Trilha das Cataratas". As primeiras quedas, embora sejam lindas, estão um pouco distante dos mirantes e à medida que vamos avançando na trilha, o contato com as cataratas vai ficando mais incrível! a paisagem vai se revelando cada vez mais impressionante! O ideal é chegar na passarela e nas plataformas com a expectativa lá em cima, pois é o ponto alto do passeio.





Só acho que os responsáveis pelo Parque poderiam cortar um pouco esses galhos, pois existem partes onde só vemos galhos e folhas. "Limpar" um pouco a paisagem não vai danificar a natureza, antes que algum mimizento venha questionar. Não estou falando para arrancar as árvores e destruir a flora, apenas podá-las!

 

Primeiro contanto com as Cataratas em 2015. Olha a cara de felicidade da pessoa!


A trilha das Cataratas tem pouco mais de 1 km (1.200 m) e possui nível de dificuldade baixo, mas existem vários degraus pelo caminho. O lado brasileiro das Cataratas é praticamente um camarote aos pés das inúmeras quedas d'água que estão localizadas no lado argentino, sendo que 2/3 delas se encontram lá, no Parque Nacional Iguazú.





É uma sensação única caminhar vendo tanta beleza. Durante o trajeto existem mirantes em pontos estratégicos para uma melhor contemplação das quedas.







No meio da trilha há um ponto de apoio - o Espaço Tarobá. Nele há lanchonete, banheiros, lojinha (que vende pilhas, baterias, capa de chuva, cartão de memória...) e um mirante com acesso para cadeirantes. Ao final da trilha, há o ponto de apoio Espaço Naipi, que conta com lanchonete, banheiros, lojinha, rampas de acesso para portadores de necessidades especiais, além das plataformas onde está o elevador panorâmico.




DICA: Antes de acessar as plataformas, passamos pela passarela que tem vista para a Garganta do Diabo. Foi quase automático irmos direto para a passarela, porém aconselho deixá-la por último. A passarela está dentro do rio e em frente a uma enorme queda d'água. Com a quantidade de água e a força do vento, você irá tomar um belo banho. Esse é o lugar que realmente molha no Parque. MENINAS: nessa hora é difícil manter a vaidade! Fomos primeiro na passarela e me arrependi muito, pois cheguei nas plataformas com rosto e cabelo encharcados. #Ficaadica



DICA: Fiquem atentos com os eletrônicos! O ideal é levar uma câmera à prova d'água ou usar aquelas capas impermeáveis. Dependendo da vazão das quedas e da força do vento, fica bem difícil usar celulares e câmeras comuns. 



Após a trilha, o grand finale: impossível não se impressionar com uma paisagem dessas!

Essa parte é SURREAL! Parece clichê, mas realmente não da para explicar a beleza desse lugar! Já havia visto fotos e vídeos, mas nada se compara com a oportunidade de estar lá e sentir toda a energia e imponência da natureza!









No final da passarela avistamos beeem de longe a Garganta do Diabo - para vê-la de perto é preciso visitar o Parque Nacional Iguazú. Conhecer os dois lados é fundamental, pois eles se complementam. Não, não da para eleger um lado como o mais bonito, os dois são únicos! Cada um com as suas peculiaridades.





Pelas fotos da para ver que a Garganta do Diabo está longe da passarela e a névoa que se forma também acaba atrapalhando a visão.





Só agora, vendo as fotos, percebi o quanto me desapeguei da vaidade e nem me importei com o cabelo preso, com a mochila pendurada e com a cara lavada, sem falar na capa de chuva que não favoreceu o look kkkkkkk. Brincadeiras à parte, mas fiquei tão extasiada e deslumbrada com esse lugar que nem me importei  em estar arrumada nas fotos. Um sorriso de felicidade pode ser o seu melhor look! Visitar as Cataratas me levou a um lugar que não da para explicar. Meu coração transbordava gratidão!!! 



Em 2019 eu deixei de lado a capa de chuva e fui plena tomar um banho. Só fiquei encharcada dos pés à cabeça kkkkkkk, sem mimimi! Detalhe para a minha mochila holográfica que poderia ter aparecido mais! Se não for para ser um ponto de luz nesse mundo eu nem saio de casa! Kkkkk...





Outra coisa que me deixou apaixonada foram os arco-íris! Eles estão por toda parte e deixam o cenário super especial. São lindos demais!!! Alguém aí não fica encantado com essas lindezas?





DICA: Em 2015 eu optei por usar tênis, pois era a prova d'água, já em 2019 eu usei Melissa que é de plástico e pode molhar à vontade! Vá com um calçado confortável e tenha em mente que ele vai ser molhado na passarela. A mesma coisa serve para as roupas: vá confortável e lembre-se que venta muito nessa parte, caso escolha usar saia ou vestido. Claro que existem dias atípicos onde a vazão é baixa e o vento é fraco, mas isso não é o que acontece normalmente.

Por fim, as plataformas de metal. Elas
 foram construídas em 5 alturas diferentes: são 4 mirantes inferiores e 1 mirante superior, que é acessado pelo elevador panorâmico. Acho essa parte a mais incrível do Parque. Merece muuuuitas fotos!


Uma cortina de água maravilhosa!


A plataforma superior possui a visão mais completa. Sempre falo que eu amo poder apreciar uma paisagem de cima. Esse é o meu lugar preferido no lado brasileiro.


OBS: Fotógrafos profissionais ficam fazendo fotos dos turistas o tempo todo nessas plataformas. Mesmo se você não pedir pode se deparar com a sua face estampada nos monitores usados estrategicamente para atrair os turistas. Em 2015 eu me vi no monitor, fui atraída e comprei 3 fotos! Kkkkkk as fotos custavam R$ 20,00 cada ou três por R$ 55,00 (valores referentes a 2015). A desvantagem é que não tem a opção de salvar o arquivo da foto, pelo menos era assim em 2015 - em Curaçao eu comprei algumas fotos no dia que estive com um golfinho e elas vieram em um pendrive.





Quanto tempo demora para visitar o Parque Nacional do Iguaçu? nós chegamos por volta das 09:30, compramos os ingressos (não tinha fila) e antes das 10:00 já estávamos dentro do ônibus que não demorou nem 5 minutos para nos deixar na Trilha das Cataratas. O nosso passeio durou umas 4 horas, parando e fotografando. Isso vai depender de cada um e da quantidade de turista no dia, pois muitas vezes tem fila para tirar foto nos mirantes.

DICA: É aconselhável e super viável combinar o Parque Nacional do Iguaçu com o Parque das Aves. Os dois ficam muito próximos, o que facilita o roteiro. Em 2015 nós fizemos primeiro as Cataratas e após o almoço seguimos para o Parque das Aves. Em 2019 não tivemos o interesse em repetir esse passeio.



OBS: 
  • Fizemos tudo por conta própria. Saímos do aeroporto com o carro alugado e fizemos o roteiro do nosso jeito, como sempre. Nada de tour guiado e cronometrado. Os ingressos foram comprados na hora e deu tudo certo. Não havia muita gente no dia, não sei como deve ficar se estiver lotado de turistas;
  • Em 2019 o Parque estava cheio, mas sem filas para compra de ingresso. Agora existem máquinas de autoatendimento para adquirir os ingressos com pagamento apenas em cartão;
  • Não fizemos o Macuco Safari nenhuma vez por total falta de interesse.

DICACUIDADO com os quatis. Gente, eles são fofos, mas são umas "pestes". São agressivos, mordem e ainda podem transmitir raiva. Eles ficam frenéticos atrás de comida e se der bobeira futucam as suas coisas e roubam a sua comida. Uma amiga teve o lanche roubado por um quati!!! Kkkkk. PENSA?! Uma moça tentou alimentar um deles e acabou com uma bela mordida no dedo. Vimos vários quatis subindo nas mesas e comendo restos de alimentos deixados pelos turistas - a instrução é para não deixar restos de comida nas mesas e nem em lugar nenhum. Esses bichinhos são perturbados! Não tente alimentá-los e nem acariciá-los.



Sobre o restaurante Porto Canoas: o lugar é excelente, ambiente agradável, comida deliciosa e vista para o rio Iguaçu. O valor era R$ 58,00 (2015) por pessoa para comer o quanto quiser (e aguentar haha), só acho que deveria incluir sobremesas nesse valor. Bebidas e sobremesas são pagas à parte. Em 2019 o valor era R$ 68,00Além do restaurante, o espaço Porto Canoas conta com um ambulatório, lojinha de souvenirs e uma praça de alimentação.

Após o almoço, pegamos o ônibus de volta para a estação dos visitantes (entrada do parque), mas no meio do caminho vimos muuuuitas borboletas e paramos para filmá-las. Coisa mais linda! Confira no final do vídeo:





Não esqueça de selecionar a opção 1080p para a qualidade dos vídeos.

E você, já conhece as Cataratas ou sonha em conhecer???

See you later!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ei, seja bem vindo (a) ao Blog Parada Obrigatória! Fique à vontade para perguntar e deixar Sugestões. Att, Aislana Cole