Bon Bini Aruba - One Happy Island!

Divi Divi em Eagle Beach - Cartão Postal de Aruba

Aruba é uma pequena ilha localizada no maravilhoso mar do Caribe, próximo à costa da Venezuela, mais precisamente no ABC do Caribe: ArubaBonaire e Curaçao (Acesse o post sobre Curaçao aqui). As três ilhas também compõem o Dutch Caribbean - Caribe Holandês e tiveram 
colonização holandesa. Aruba tornou-se uma dependência autônoma do Reino dos Países Baixos em 1986. Com 181 km quadrados, é dona de uma areia branquinha tipo talco, um mar azul bebê e conhecida pelo slogan "One Happy Island".

Royal Plaza Mall

DICA: 
Aruba pode ser sinônimo de paraíso e cada vez mais tem sido o destino de férias de muitos brasileiros, pois:
  • Pode ser visitada em qualquer época do ano por estar fora da rota de furacões que atinge o Caribe entre junho e novembro;
  • Possui mais dias ensolarados que a maioria das ilhas do Caribe (Los Roques é a ilha mais seca do Caribe);
  • Possui baixa precipitação pluviométrica anual - há uma curta estação chuvosa entre outubro e dezembro, porém com menos de 100 mm por mês. Março, abril e maio são os meses mais secos.



OBS: Nós visitamos a ilha no início de abril de 2015 e tivemos lindos dias de muito sol.



Entendendo Aruba


Aruba é dividida em duas regiões principais: Oranjestad (sua capital) e San Nicolas - uma cidade residencial construída em volta de uma refinaria de petróleo que abriga uma das praias mais bonitas da ilha: Baby Beach.


Seu aeroporto, o Reina Beatrix (AUA), encontra-se a menos de 2 km de distância de Oranjestad e a dica é sair dele já com o carro alugado. Apesar de pequena, com apenas 31,5 km de extensão, algumas praias maravilhosas estão a ~30 min do centro. Sem falar que alugar um carro é cômodo e te dá autonomia para fazer o que quiser da forma que preferir. 



Embora Aruba tenha sido colonizada pelos holandeses, em Palm Beach o estilo americano predomina! A ilha é TOTALMENTE americanizada e só para ter uma ideia, o aeroporto possui um terminal com voos destinados apenas para os EUA, o Dólar é mais presente que a própria moeda local e boa parte dos restaurantes possuem um menu dedicado ao paladar americano. Vimos MUITOS americanos na ilha, inclusive muitos turistas almoçando hambúrguer com batata frita nas praias. O café da manhã do nosso hotel tinha ovos mexidos com linguiça, bacon, polenta frita e panqueca americana.

A parte boa de Aruba ser voltada ao paladar americano é a presença de algumas gordices como a famosa panqueca americana que é maravilhosa! Eu gostei bastante e comeria TODOS os dias da minha vida!


Apaixonada por essa panqueca!

Outra gordice que roubou meu coração foram os Donut's. Bati cartão na loja da Dunkin Donut's algumas vezes kkkkk.

Fiz a festa na Dunkin Donut's!

Uma dica para quem gosta de visitar os mercados é o Super Food! Ele é maravilhoso e tem de tudo, principalmente chocolate. Nós fizemos a festa! Além de muitas barras de chocolate (compramos umas 20!), comprei uma gordice deliciosa! Um creme de chocolate branco e preto com avelã muito Melhor que NUTELLA! O arrependimento de não ter trazido alguns vidrinhos na mala existe até hoje. 

OBS: A rede de supermercados Carone (daqui do ES) sempre tem produtos importados e já vi desse algumas vezes nas lojas. Se tem por aqui, certamente também tem em outros mercados do Brasil.


Palm Beach é considerada o coração de Aruba, com seus inúmeros hotéis/resorts pé na areia, restaurantes, shoppings, cassinos, lojas de grife, enfim, o comércio em geral. Por isso, a maioria dos turistas resume a ilha em Palm Beach, mas já adianto que a ilha vai muito além. Já falei sobre a praia mais famosa da ilha aqui.

 
Hard Rock Café - Aruba.

Outro ponto super famoso é o Shopping Renaissance Mall que é luxuosíssimo e só tem grife poderosa. O shopping pertence ao Renaissance Aruba Resort & Casino. Como esse não é o meu estilo de turismo, acabei passando sem fotografar. Cada um com as suas preferências, né?!



Aruba é repleta de bons restaurantes e tem para todos os gostos e bolsos! Desde os mais simples aos mais sofisticados. No meu caso eu acabo gastando um pouco mais com alimentação, pois minha prioridade é comer comida e evitar ao máximo hambúrguer com batata frita (ou algo do tipo). Uma refeição com arroz, carne/peixe, salada ou legumes não custava menos de  US$ 30,00 - viajamos com o Dólar custando mais de R$ 3,20 e isso pesou um pouco.


Recomendo dois restaurantes que foram maravilhosos: Trattoria El Faro BlancoEl Gaucho Argentine Grill. Falarei mais do Faro Blanco em outro post, pois o lugar é sensacional  e merece uma postagem exclusiva.

Passeando pelo calçadão

Algumas Dicas de Viagem:

  • Aviso de Viagem: caso seja a sua primeira viagem internacional, ligue no seu banco para desbloquear o uso do seu cartão em outro país;
  • Brasileiros não precisam de visto para entrar em Aruba, apenas passaporte com validade mínima de 3 meses para permanência máxima de 90 dias;
  • Atenção: verifique se o país de escala necessita de visto. Mesmo que não saia do aeroporto, precisará do visto para fazer a escala/conexão em países que o exigem, como os EUA, por exemplo;
  • Não foi pedido o comprovante de vacinação contra a febre amarela. Li que não precisava, mas para evitar surpresas preferimos tomar a vacina e levar o comprovante sempre nas viagens;



  • O fuso horário é d1 hora  a menos em relação ao horário de Brasília;
  • Se a viagem para Aruba for durante o dia, escolha o lado esquerdo do avião por causa da vista;
  • A ilha é duty free (livre de impostos), mas não chega a ser um paraíso para compras - é mais vantajoso que no Brasil, porém tudo depende do Dólar;
  • Nos postos de gasolina não há frentistas e você mesmo abastece o seu veículo. Basta escolher uma das bombas pelo seu número, pagar pelo valor que deseja abastecer na loja de conveniência e a bomba será liberada com a quantidade de combustível paga;

Havaianas, recuse imitações, ops... ARUBIANAS kkkkk.

  • Em Aruba a moeda local também se chama Florin (assim como em Curaçao), mas é Florin Arubiano (AFL). Caso visite as duas ilhas fique atento para não confundir as moedas;
  • O Florin das Antilhas está diretamente ligado ao Dólar: 1 USD = 1,77 ANG;
  • O holandês é a língua oficial e o papiamento a língua nativa (uma mistura de vários idiomas), mas a maioria dos Arubianos falam 4 idiomas ou mais. Nas escolas, o ensino é em holandês e o inglês e espanhol são matérias obrigatórias! 
  • Leve adaptador de tomada. A tomada é do tipo americano e a eletricidade 110 V. Pode ser que no hotel tenha adaptador (no nosso tinha), mas é bom levar o seu para garantir;



  • Se quiser internet móvel a dica é comprar o chip da operadora Digicel, ela está presente em Aruba, Bonaire e Curaçao - além de muitos outros países. Confira aqui;
  • Em Aruba Venta MUITO! Subestimei as dicas que li e levei uma saia mais soltinha. Usei e quase paguei calcinha! Kkkkk. Ah, e não deixe de levar um casaquinho;
  • A economia de Aruba já foi dependente da nossa conhecida babosa, a Aloe Vera. A planta reina em Aruba! É cultivada e transformada em produtos para pele e cabelo da famosa marca local Aruba Aloe.
  • Toda água potável da ilha é proveniente da água do mar. Uma das maiores dessalinizadoras do mundo está em Aruba. Toda água que sai das torneiras é potável! Os moradores se orgulham de sua água e nos restaurantes ela é oferecida como cortesia aos clientes. Adorei muito isso. Quase sempre peço água e em Aruba nem precisei pagar por ela!



  • É muito comum turistas e nativos irem à praia com um cooler cheio de bebidas e alimentos. Como nós não bebemos nada alcoólico, eu levei lanche, frutas, iogurte e água em uma bolsa térmica com gelo -  é comum os hotéis terem gelo disponível para os hóspedes;
  • Os táxis não possuem taxímetro, porém os valores são tabelados pelo governo. Eles não têm uma cor específica, são reconhecidos pelo letreiro escrito "Táxi" em cima do carro e pelas letras TX nas placas;
  • O transporte público em Aruba é o Arubus. Ele é eficiente e cobre boa parte da ilha, exceto a praia  mais bonita da ilha: Baby Beach;
  • Quase 20% de sua energia é gerada por turbinas eólicas. Aruba caminha para que 100% de sua energia seja de fontes renováveis - a previsão é até 2020;
  • Em San Nicolas não deixe de conhecer o Charlie's Bar - é o point de muitos turistas, inclusive de famosos. Ganhou fama nos anos 40 quando mergulhadores começaram a pendurar em suas paredes algumas descobertas submarinas transformando o local em um "bar-museu";



  • Uma dica para comprar chocolate, cosméticos, comidinhas e lanches em geral é o Mercado Super Food em Oranjestad. Funciona de Segunda a Sábado das 08:00 às 20:00 e domingo das 09:00 às 14:00.



Como Chegar a Aruba: 


Algumas companhias que voam para Aruba: Avianca via Bogotá (BOG), Copa via Panamá (PTY), Delta via Nova Yorque (JFK) e American Airlines via Miami (MIA), sendo necessário o visto americano. A Gol deixou de voar para Aruba desde o início de 2016. Nós voamos para Aruba a partir de Curaçao pela Cia InselAir (e pela Avianca de Guarulhos para Curaçao).


Apesar da proximidade com Curaçao e Bonaire, a única forma de ir de uma ilha à outra é através do transporte aéreo. A Cia InselAir é a mais famosa que opera entre as ilhas e preciso dizer que foi uma penitência sair de Curaçao.


  • Pagamos US$ 380,00 ida e volta o casal. O check-in encerra um hora antes do horário do voo e não há a opção de fazê-lo online. Fique atento!
  • Caso utilize a InselAir verifique as especificações da bagagem - nas companhias low cost o peso e tamanho das bagagens são reduzidos;
  • Ao fazer o check-in será cobrada uma taxa de ~US$ 34,25 por pessoa.

Sobre o voo com a Cia InselAir:


InselAir é conhecida por constantes atrasos e até cancelamentos de voos. Já fomos esperando algo do tipo e não deu outra: nosso voo saiu com atraso. Embarcamos umas 2 horas depois do previsto, além de ficarmos meia hora esperando o avião decolar e nada. Pediram para todos descerem e disseram que o avião estava com problemas no ar condicionado. Ao invés de voltarmos direto para a sala de embarque, demos uma baita volta, enfrentamos fila novamente e ficamos esperando enquanto preparavam outro avião. Aaaaf... Nosso voo era 19:10 e estava previsto para chegar 19:45, mas nós chegamos mais de 23:00 a Aruba!!! 

Como eu havia lido bastante coisa, eu já sabia que atrasos na InselAir eram comuns. Nós escolhemos viajar a noite, pois caso houvesse atrasos não perderíamos nada com isso - se o voo fosse pela manhã perderíamos um dia de praia. Eu só não imaginei que fosse ser tão caótico. Gente, essa parte do Caribe é roça total durante a noite. Chegamos a Aruba e QUASE PASSAMOS FOME, pois TODOS os restaurantes estavam fechados. Encontramos uma lanchonete e comemos um hambúrguer com carne caseira - Graças ao bom Deus, pois eu não como carne industrializada. Me arrependi de não ter levado um lanchinho na bolsa. Quase passei mal de fome! Por isso eu AMO ir nos mercados e comprar castanhas, biscoitinhos e lanchinhos saudáveis. Fica a dica!

OBS: Apesar de ter sido um voo sem muitas emoções - balançou pouco kkkkk, considerando o minúsculo avião que faz esse trajeto (teco-teco), li vários relatos que o avião balançava bastante e que a viagem não era muito agradável. O avião é bem pequeno e fomos super apertados. O voo dura ~30 minutos e não conta com serviço de bordo.

DICA: Pela proximidade entre Aruba, Bonaire e Curação, dá para combinar duas ou até as três ilhas na mesma viagem. Combinamos Aruba com Curaçao e me arrependi de não ter incluído Bonaire. Na verdade, a combinação foi Curaçao com Aruba, pois a prioridade da vida era Curaçao! Aruba veio junto no pacote por estar próximo. 


DICANão deixe de conhecer Curaçao!!! A ilha é o oposto de Aruba, porém com um mar que supera QUALQUER expectativa! Se o seu estilo de viagem for natureza e mar azul, escolha Curaçao e/ou Bonaire. Ainda voltarei para conhecer Bonaire!


See you later!!!


FONTES: aruba.com - aruba-travelguide.com - guiadearuba.com - viajenaviagem.com.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ei, seja bem vindo (a) ao Blog Parada Obrigatória! Fique à vontade para perguntar e deixar Sugestões. Att, Aislana Cole